A bossa traz as novas do carioca Sergio Pereira à Valência.

A primeira vez que conhecemos o Sergio Pereira foi através do contato que ele fez através do blog Casa do Brasil Valencia. Uma alegria imensa invadiu-me com aquela mensagem.
Primeiro, porque essa é a nossa intenção: ser a primeira referência cultural que alguém tenha ao desembarcar em Valência. Segundo, porque é o estilo de música que valorizamos unanimamente entre todxs que fazemos acontecer a Associação. Como diz uma querida amiga mexicana: “Gente del mismo código postal”, digamos.

O carioca do pé, violão e coração brasileiro pelo mundo

Reproduzimos e traduzimos sua trajetória de vida contada em primeira pessoa em seu site. Conheça agora:
sergio pereira_perfil

Foto reprodução do site do artista

Nascido no Rio de Janeiro, eu comecei a tocar violão com 8 anos de idade, influenciado pelo meu irmão mais velho que tocava e me ajudou com os primeiros acordes. Também fui influenciado pelos gigantes da Bossa Nova na época, como João Gilberto, Tom  Jobim, Carlos Lyra, João Donato, Marcus Valle e muitos mais. Crescer no Rio nos anos 60 e 70 contribuiu tremendamente com a energia, o ritmo e arranjos  refletidos na minha música hoje.
Mudar para Nova Iorque na década de 80 me motivou, não só a continuar tocando violão, mas para aumentar ainda mais meu conhecimento de música e do próprio violão, então comecei a estudar com um dos grandes do jazz, incluindo Chuck Wayne, Sal Salvador, Alex Adrian, Hui Cox e Joe Carter. Desde o início dos anos 90, viajo pelo mundo, tocando com bandas diferentes e em diversos locais em muitos países da Europa, África e outras partes.
Nos Estados Unidos alguns dos nomes com quem compartilhei música incluem Gil Goldsten, Cidinho Teixeira, Leco Reis, Luis Ebert, Claudia Villela, Adriano Santos, Helio Alves, Nilson Matta, Mauricio Zottarelli, Lonnie Plaxico, Duduka da Fonseca, Olivia Foschi, Alex Sipiagin, Greg Skaff e muitos outros. Também fui membro da banda de jazz das Nações Unidas por mais de 15 anos e atuei em vários locais em Nova York.
Enquanto vivia na Holanda de 2003 a 2011, toquei com alguns dos principais músicos locais, incluindo Ferial Karamat e Arno Kolenbrander, na qual eu fiz os arranjos e gravei algumas de suas músicas, além de participar de vários programas de rádio em Amsterdã. Juntamente com outros amigos / músicos, criei a banda jazz / brasileira / funk chamada “Malandros”.
Na Espanha, mostrei o meu novo trabalho “Swingando” com muito êxito nas atuações em locais como Sala Clamores (Madri) , Moe Jazz Club (Madri), Café Mercedez Jazz (Valência) e Jimy Glass Jazz (Valência).Em formato de sexteto, quinteto e às vezes trio, atualmente estou trabalhando com um dos maiores músicos da Europa como Viktorija Pilatovic, Veronica Ferreiro, Dayan Adab Garcia, Ariel Ramirez, Roque Martinez, Luis Guerra, Baptiste Bailly, Ivan Ruiz Machado, Alex Cesarini, Mariano Steimberg, Georvis Pico, Alexey Leon e Kiki Ferrer.
E a lista continuará crescendo!
Estudar com o guitarrista brasileiro Marcus Teixeira ampliou ainda mais minha compreensão de harmonia, improvisação e habilidades necessárias para ser melhor compositor, arranjador e guitarrista.
A música e o jazz brasileiros têm sido minha paixão ao longo da minha vida, e agora sou capaz de expressá-los no meu primeiro álbum chamado ‘Swingando’. Gravado em Nova Iorque e São Paulo, o disco inclui alguns dos melhores músicos do mundo (por exemplo, Helio Alves, Marcus Teixeira, Nilson Matta, Mauricio Zottarelli, Duduka da Fonseca, Claudia Villela e Itaiguara Brandão). Swingando traz todas as emoções, energia e dinâmica de crescer no Rio e estar em contato com minha cultura ao longo da minha vida.
Espero que você goste da minha música – Sergio Pereira

Sergio Pereira atua na cidade de Valência e pode ir até você em toda a Espanha

Podemos acompanhar a agenda atualizada do músico aqui. Com certeza será uma oportunidade de unir a saudade do Brasil com aquela emoção de escutar nossa música brasileira, principalmente a bossa nova, que se transformou no movimento de maior influência da história da música popular brasileira.

Divulgamos uma das suas apresentações no Jimmy Glass Jazz, no bairro El Carmen, palco dos melhores músicos e local cativo dos amantes da boa música em solos valencianos.

E para deixar seu dia melhor, escute seu disco Swingando e inscreva-se no seu canal do Youtube.

Com “My girls” pego carona nesta tarde de domingo, curtindo os melhores sentimentos que somente nossa música brasileira pode despertar, esperando ansiosamente poder prestigiá-lo aqui em Valência.

Aquele abraço! 🇧🇷

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s